Turismo – oportunidade de negócio

0
512
fotografia de igreja em outro preto em fim de tarde

O desenvolvimento do turismo passa pela oferta de diferentes produtos e serviços. Eles podem ser: hospedagem, alimentação, artesanato, roteiros de aventura e manifestações culturais, entre muitos outros. Muitos pequenos negócios atuam nesses segmentos, diversificando a oferta um uma localidade e compondo atratividade de um destino.

Estas atividades representam ideias básicas para quem pretende empreender neste segmento. Se você sonha em ter um albergue, um restaurante, ou uma hospedaria, pode se favorecer da cadeia produtiva do turismo. E também atuar de forma conjunta e colaborativa com outros negócios do mesmo segmento. Juntos, essas empresas podem se beneficiar ainda do número de feriados deste ano.

Turismo em 2017

Dados do Ministério do Turismo divulgados pelo Sebrae - Inteligência Setorial projetam que, em 2017, as viagens nos fins de semana prolongados injetarão R$ 21 bilhões a mais na economia. Este levantamento ignora períodos tradicionais de alta no turismo como o Carnaval, a Semana Santa, o Natal e o Réveillon.

Muitos pequenos negócios podem se favorecer dos movimentos turísticos ao longo do ano. Para isso, é preciso compreender as boas práticas que favorecem os negócios do segmento. E também as características e os potenciais do mercado local onde se atua. Isso favorece a produtividade e a competitividade dos empreendimentos.

Duas boas práticas indicadas pelo Sebrae- Inteligência Setorial são o foco na integração de produtos aos destinos turísticos, e também a exploração de nichos de mercado segmentados e diferenciados. Estas duas práticas podem aumentar a competitividade dos negócios e ainda melhorar a percepção das marcas no mercado.

turismo

Modalidades

Atuar no segmento de turismo exige bom planejamento e organização. Um dos desafios para quem quer atuar nesse ramo é a escolha do tipo de oferta a ser feita. É possível atuar em nichos específicos como ecoturismo, turismo de aventura, turismo religioso, turismo espiritualista e muitos outros.

O empreendedor deve ter em mente que é preciso oferecer experiência diferenciada. E também atender o que os clientes buscam. Isso pode ser contato com a natureza, prática de esportes, manifestação de fé, peregrinações e experiências de elevação espiritual.

Baixe grátis

Tendências de 2016 - 2018

Saiba Mais

Confira o estudo sobre a competitividade de MPEs

Aprenda Mais

EAD – Melhore sua atuação