Marketing digital – tendências para 2017

0
343

O marketing digital já é parte do dia a dia das micro e pequenas empresas de todo país. E  é difícil imaginar como seria o cotidiano dos pequenos negócios em um mundo sem elas. E não é para menos, as ações digitais permitem divulgar produtos e serviços, aumentando o alcance das empresas, em um país que já tem mais de 100 milhões de usuários de internet.

O uso de estratégias de marketing digital para as pequenas empresas já é uma exigência do mercado. E apesar de ter surgido há pouco mais de 20 anos, essa vertente do marketing tem revolucionado a maneira como as empresas se posicionam no mercado e se comunicam e interagem com seus clientes.

Mas afinal, o que é marketing digital?

E quais são as tendências para 2017?

De maneira simples, o marketing digital é o conjunto de atividades que uma empresa realiza nos ambientes online para atrair novos negócios, ou seja, vendas e parcerias, mas também para marcar presença e criar relacionamento com clientes.

Uma das grandes vantagens do marketing digital, é que ele é mais acessível a pequenas e microempresas, quando comparado a outras modalidades de marketing, pois não exibe orçamentos exorbitantes para ser executado. Mas, exige sim, muita dedicação, organização e trabalho.

 

Marketing digital em 2017

 

Conteúdo de relevância

Este foi um destaque no ano passado e continuará em voga em 2017. O conteúdo é hoje uma das principais maneiras usadas pelas marcas para ganhar a confiança dos consumidores nos meios digitais. É preciso criar conteúdo que gere valor e leve informações úteis ao dia a dia das pessoas.

 

Retargeting e remarketing
Retargeting vem do inglês que seria algo como ‘re-mirar’. No ambiente digital, seria como impactar um usuário da web pela segunda ou terceira vez, com uma peça de comunicação. Esta ação é baseada no histórico de navegação das pessoas. Já o remarketing é a exibição repetida de um produto ou serviço visto pelo usuário no site de sua empresa, em outros sites por onde ele navegue.

 

Vídeos em alta
Nos últimos anos, a audiência de vídeos ganhou destaque. E hoje, YouTube e Facebook já incomodam muita emissora de TV. Isso se de a suas possibilidades de transmissão ao vivo e entrega contínua de conteúdo qualificado. Os vídeos ajudam a despertar a curiosidade dos clientes e, como têm se tornado uma alternativa de baixo custo, podem ajudar no lançamento e divulgação de produtos e serviços.

 

 Exclusividade do mobile
Com o aumento de smartphones, o consumo de produtos e serviços via mobile tem se mostrado cada vez mais uma tendência.  E é preciso entender que as formas de entrega para estes dispositivos, com linguagem mais objetiva e leve, e exibições pensadas para as "pequenas" telas, ou melhor, para as telas de celulares, tablets e até relógios.

 

Links patrocinados
Com o aumento do número de empresas atuando no mundo digital, é preciso ficar atento a todas as possibilidades de se destacar. Os links patrocinados, tanto do Google quanto do Facebook, permitem isso. A possibilidade é ainda melhor, quando se pensa na segmentação que é possível fazer para os anúncios. Isso possibilita que os produtos e serviços de sua empresa alcancem as pessoas que estão mais propensas a adquirir o que você oferece

 

Redes sociais ativas
É impossível falar em marketing digital sem citar a importância de se estar nas redes sociais. Elas já são parte do cotidiano dos brasileiros. Mas não basta estar presente em cada uma delas.  É preciso escolher as redes sociais mais adequadas para sua empresa. Indo além, estude quais tipos de entrega elas possibilitam a seu negócio. Assim, será mais fácil fazer uso adequado a  partir de suas escolhas.

 

 E-mail marketing personalizado e segmentado
O e-mail marketing às vezes é visto como um vilão para as marcas. Ele já foi usado como uma forma de comunicar “tudo a todos” o tempo todo. Mas hoje, essa ferramenta conta com muitos recursos, e podem ser incluídos na estratégia de forma personalizada e segmentada. Isso ajuda a fazer entregas mais assertivas, falando a coisa certa com o cliente certo, de maneira mais próxima e até informal.

 

Análise de dados
Não basta estar presente nas redes sociais, aproximar-se dos clientes e falar a coisa certa na hora certa. É preciso saber o que as ações digitais de sua empresa estão gerando. E é também necessário olhar para os dados. O que as curtidas, compartilhamentos, comentários e ações dos usuários trazem de resultado para seu negócio? Os dados poderão responder essa e outras perguntas. Por isso, não deixe de incluir o planejamento de dados no seu plano estratégico de marketing digital.

E aí, gostou? Aproveite nossos conteúdos relacionados e também os materiais relacionados para contribuir com a atuação digital de sua empresa neste ano.

 

Leia Mais

As tendências de marketing para 2017

 

Baixe grátis

Guia de marketing digital para MPE´s - volume 1 e volume 2