Segredos para vender mais com pitch e storytelling

1
334
storytelling

Está precisando vender seu peixe, mas a maré não está favorável? Existem algumas técnicas que podem ajudar a destacar seu produto ou serviço, naquele momento único com o cliente ou com um investidor, quando você pode conquistar o interesse para o seu negócio. Duas delas são: o pitch e o storytelling.

Calma! A gente descomplica o inglês. Estas técnicas melhoram a forma de se apresentar, o jeito de contar sua história e também seu poder de convencimento. Vai perder?

O significado de pitch vem da área de vendas, ou melhor, ele em si é um discurso de venda. É um discurso ou apresentação de 3 a 5 minutos que se faz para atrair investimentos, parceiros e até clientes. Já o storytelling é a habilidade de se contar uma boa história, que tenha relevância e gere valor para quem ouve. Os dois termos estão mais ligados ao cenário das start ups, mas pode ser aproveitados no dia a dia. Ficou interessado? Mas, qual o benefício dessas técnicas para o seu negócio? E como aproveitá-las?

O pitch ajuda a demonstrar de maneira resumida aquilo que é essencial. Ele dura de 3 a 5 minutos. Então, é preciso ser objetivo e, ao mesmo tempo, demonstrar tudo que é importante para quem você deseja atrair. E aqui, entra o storytelling. Ele é o pulo do gato! Saber contar uma boa história ajuda a prender a atenção de quem ouve e facilita as vendas, o aumento de negócios e parcerias, já que quem está ouvindo está vidrado em você.

Vender com pitch e storytelling

Falar o que é preciso de uma maneira encantadora é o que resulta da união do pitch e do storytelling. Com essas duas ferramentas é possível gerar relevância e agregar valor ao seu negócio, a partir da apresentação e do discurso, tornando a venda mais assertiva. Confira o que o pitch deve ter:

Oportunidade: mostre o problema que você vai solucionar;

Mercado: deixe claro a área em que atua.

Solução: destaque a solução que oferece;

Diferenciais: ressalte aquilo que só você tem;

Objetivo: lembre-se de dizer a que veio.

Junte a isso ao poder de convencimento que o storytelling traz e crie uma história com o que você precisa transmitir, mantendo em mente que a ideia principal é convencer as pessoas do seu objetivo, a partir de um discurso tocante, com começo, meio e fim, seja o seu objetivo vender algo ou conquistar parceiros e investimentos para novos projetos.

Pois é, já percebeu que para fazer sucesso com o pitch e o storytelling é preciso muita prática, né? Então, mãos à obra! Aproveite os materiais adicionais e pratique bastante.
Quer mais? Confira o que separamos para você abaixo.

Baixe grátis

Volume Implantação

Guia Essencial para Novos Empreendedores

 

Leia Também

Como se preparar para um pitch

  • Sebrae Minas Gerais

    teste de comentário – cadastro com google plus