Resultado em cadeia

0
592

Pequenos empreendimentos da cidade de Barroso registram crescimento significativo com a parceria da Holcim

Resultado em Cadeia

 

As micro e pequenas empresas (MPE) têm, hoje, papel fundamental na geração de emprego e renda e no crescimento econômico brasileiro. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2012, eram 5,7 milhões de negócios com essas características, ou 99% do total das empresas no país, o que representa 20% do Produto Interno Bruto (PIB), cerca de R$ 700 bilhões. Esses números também revelam que o segmento é maioria no rol de fornecedores das grandes empresas, o que exige das MPE qualificação e diferenciação para crescer em um ambiente cada vez mais competitivo.

As grandes empresas, por sua vez, também estão mais atentas à promoção do crescimento de seus prestadores de serviços e fornecedores. É o caso, por exemplo, da Holcim, líder mundial em cimento, concreto e agregados, sediada em Minas Gerais há mais de 60 anos. No município de Barroso, na região do Campo das Vertentes, a empresa mantém relacionamento com diversos prestadores de serviços, como é o caso da Cecotral. Fundada em 1985, a empresa tem, aproximadamente, 100 colaboradores, responsáveis por serviços de logística interna, lavra, carregamento e transporte de minérios, umidificação de vias, limpeza em geral e locação de equipamentos. “Trabalhamos na fábrica, em Barroso, há mais de 20 anos. Começamos com uma atuação pequena, e o serviço vem aumentando a cada ano, se aprimorando. Hoje, toda a movimentação de matéria-prima é realizada por nossos profissionais, além de demandas diversas, como limpeza industrial e predial”, afirma o supervisor administrativo da Cecotral, Rosenir Conceição.

Em 2012, a Holcim deu início a um programa de capacitação de seus fornecedores, em parceria com o Sebrae Minas – o Encadeamento Produtivo. Conceito amplamente usado pelo mercado corporativo, a iniciativa tem como base um relacionamento cooperado e de longo prazo, em que ambos os empreendimentos envolvidos são beneficiados em uma democrática cadeia de valor. O processo capacita os pequenos negócios às necessidades dos grandes, enquanto proporciona organização e desenvolvimento para toda a cadeia produtiva. “A otimização da gestão provoca uma melhoria na qualidade dos serviços oferecidos e, com isso, todos ganham”, comenta José Tarcísio Fagundes de Paula, coordenador do programa em Barroso.

Acompanhadas pela Cecotral, outros profissionais de 15 empresas dos setores de mecânica, usinagem, pintura, limpeza, escavação, jardinagem e manutenção, que trabalham diretamente com a Holcim, têm participado de cursos e oficinas e recebem um acompanhamento de consultorias. “Quando aderem à capacitação, os participantes começam a conviver em um novo ambiente de negócios, que pode levá-los ao tão almejado crescimento com excelência. O programa tem uma fórmula muito simples. Seu segredo é o envolvimento da empresa-âncora como fator de estímulo ao desenvolvimento dos micro e pequenos negócios instalados no seu entorno, que buscam evoluir de forma sustentável”, detalha Afonso Maria Rocha, diretor-superintendente do Sebrae Minas.