Para manter o sucesso

0
384

Para manter o sucesso

Soluções educacionais são apresentadas para empresas que já estão consolidadas no mercado, mas querem ir além

Batalhar a entrada e se consolidar no mercado são processos que levam tempo e exigem esforços. Depois dessas conquistas, quem imagina que há apenas flores está enganado. Empresas já solidificadas também precisam se preparar para constantes desafios, bem como apresentar elevada competitividade, qualidade e inovação.

Para auxiliar os empreendedores a manter a perenidade do negócio, o Sebrae Mais - Programa Sebrae para Empresas Avançadas - promove um conjunto de soluções focadas nas empresas de pequeno porte que possuam uma gestão mais estruturada. Enquadram-se nesse perfil aquelas que estejam no mercado em torno de dois anos e com faturamento entre R$ 360 mil a R$ 3,6 milhões por ano.

“Esta é uma demanda que está crescendo. São empresas que têm o desejo de expandir seus negócios e dominam os instrumentos básicos de administração”, explica Silvana Gonçalves Paiva Santiago, analista do Sebrae Minas. De acordo com ela, o Programa deverá atender 2.510 empreendedores das mais diversas regiões do Estado em 2013. “O Sebrae Mais é uma abordagem que oferece diferentes soluções de acordo com o perfil e as necessidades de cada um dos participantes.”

Criado, em meados de 2009, pelo Sebrae Nacional e implementado, no ano seguinte, pelo Sebrae Minas, a iniciativa oferece consultorias e metodologias sobre uma série de temas. No Estado mineiro, são cinco cursos: Estratégias Empresariais; Gestão Financeira: do controle à decisão; Gestão da Inovação; Gestão da Qualidade; e Empretec. Em 2013, serão incluídas duas novas opções: Encontros Empresariais e Plano de Marketing Avançado.

Segundo Silvana Santiago, as soluções do Sebrae Mais são criadas e desenvolvidas de forma que possam ser aplicadas diretamente no dia a dia das empresas. “O empresário passa a ser o ator principal do processo. O consultor oferece apenas o suporte. Para que ele receba os resultados desejados, é necessário se envolver e fazer na prática”, diz.

As pequenas organizações buscam o apoio do Sebrae e podem escolher, de acordo com suas demandas, os cursos que mais irão contribuir para o alcance de seus objetivos. Normalmente, são formados grupos de 10 a 15 empreendimentos. O Empretec tem uma metodologia um pouco diferente e reúne turmas com 30 pessoas, incluindo, além de empresas, empreendedores individuais.

UM SALTO COM SUOR E MÚSICA | Frederico Maciel Camilo Silva começou sua trajetória ministrando aulas particulares de música em uma sala alugada. Hoje, a Top Music reúne 550 alunos. Desde 2005, quando teve a iniciativa de criar o seu próprio negócio, ele considera a qualificação um dos principais itens para o crescimento e a consolidação no mercado de Uberaba, no Triângulo Mineiro. O resultado desse investimento é a inauguração da primeira franquia da escola, no início de 2013. “A partir de 2006, quando comecei a buscar apoio no Sebrae Minas, passei a enxergar o negócio de uma outra maneira. Daí surgiu a ideia de formatar a empresa para que ela pudesse ser franqueada”, conta o empresário.

O primeiro curso realizado por ele foi o Empretec, em que aprendeu a desenvolver suas competências empreendedoras e entendeu os benefícios do risco calculado. “Antes, acreditava que risco calculado significava não arriscar. Hoje, sei que, se quero inovar e ter algum retorno, preciso investir, consciente dos reais riscos.”

A participação do empreendedor nos cursos Estratégias Empresariais, Gestão Financeira e Gestão da Qualidade também renderam aprendizados importantes para a rotina e a dinâmica da Top Music. “Formulei a missão e a visão da empresa e comecei a pensar em estratégias para o futuro. Passei a ter conhecimento dos resultados financeiros e, assim, a tomar decisões com base nesses resultados.” Agora, o empresário sabe qual o período do ano que lhe garante maior rentabilidade e produtividade e quando está apto a fazer novos investimentos na compra de material e na divulgação de propagandas, por exemplo.

Atrelado à administração bem-sucedida está o desenvolvimento de soluções de tecnologia, importantes para o crescimento do negócio. Foi o que Frederico Silva aprendeu no curso Gestão da Inovação. “Após concluí-lo, lancei algumas ações inovadoras, como a criação de aulas a distância e o uso das redes sociais, o que têm gerado retorno positivo com a entrada de novos clientes.” Para 2013, o foco será qualidade. “Queremos entregar o melhor serviço para os nossos alunos.”

UM PACOTE, MIL RESULTADOS | De acordo com a pesquisa do Sebrae Minas, aplicada em 2012, com os participantes do programa, 73% dos entrevistados declararam que atingiram o resultado proposto pela capacitação. Outros 98% implementaram mudanças relacionadas à atualização de metas, planos e projetos, 89% realizaram ações para melhorar o relacionamento com clientes e aprimorar a qualidade dos produtos ou serviços, e 86% identificaram novas oportunidades de negócio. Também 59% das pessoas que responderam à pesquisa afirmaram que o faturamento melhorou consideravelmente após a sua participação nos cursos.

Uma das participantes do programa é Selma Dias, sócia-proprietária da Flagra Agência de Publicidade, em Montes Claros, região Norte do Estado. Em sua visão, a história da empresa se divide entre antes e depois do Sebrae Mais. “Em 2012, resolvi buscar mais conhecimento e profissionalização. Se o mercado apresenta essas ferramentas, temos que aproveitar logo”, acredita.

Foi por meio da participação no curso Estratégias Empresariais que ela e o sócio Caico Siufi perceberam a necessidade de investir em um software de gestão. “Percebi a importância de organizar a gestão do serviço, desde o momento que ele chega à agência até o faturamento junto ao cliente. O Sebrae Minas nos deu todo o apoio para a implantação de um sistema específico para agências de comunicação.”

O Iclips, software escolhido pela empresária, é desenvolvido por uma empresa de Juiz de Fora, para onde ela viajou e conheceu outras empresas do setor, também parceiras do Sebrae que já utilizam o produto. Selma Dias também participou dos cursos de Gestão Financeira e Gestão da Inovação, o que foi importante para o crescimento do faturamento e a organização dos processos. “O nosso objetivo é exatamente estimular o aumento da lucratividade e competitividade do negócio”, finaliza Silvana Santiago.

AS SOLUÇÕES DO SEBRAE MAIS

ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS: com encontros quinzenais e presenciais, o curso tem duração de 4 meses. Nele, o participante elabora um plano estratégico de ações para tomada de decisões. O conteúdo permeia as questões estratégicas da empresa, a análise do negócio e do ambiente. Além disso, oferece um diagnóstico do setor e do empreendimento. Durante as aulas, essas análises são consolidadas, e as estratégias, formuladas, permitindo, assim, a gestão da mudança e o aprendizado organizacional.

GESTÃO FINANCEIRA – DO CONTROLE À DECISÃO: essa é uma solução semipresencial, que inclui encontros presenciais e atendimentos a distância. Nos encontros, é feita a explicação do processo de aprendizado e nivelamento de questões no decorrer do curso. O atendimento a distância é realizado por meios virtuais, com foco na aplicação de ferramentas de gestão financeira. O conteúdo aborda controles financeiros, capital de giro, projeções financeiras, margem de contribuição e ponto de equilíbrio, custos e formação de preços, planejamento orçamentário e avaliação de resultados. Tem a duração de 90 dias.

GESTÃO DA INOVAÇÃO: objetiva a elaboração de um plano de ação com foco em inovação na gestão empresarial. O conteúdo aborda novas ideias que poderão ser implementadas na empresa. No final do curso, que ocorre em dois meses, é elaborado um plano de ação da inovação. As aulas são presenciais, e os encontros, quinzenais.

GESTÃO DA QUALIDADE: o objetivo é implementar um sistema eficaz de gestão nas empresas. O curso é estruturado em, aproximadamente, 12 meses e apresenta cinco módulos: Fundamentos da Excelência, De olho na Qualidade, Parcerias Eficazes, Processos e Visão Estratégica. O conteúdo é baseado nos critérios da Fundação Nacional da Qualidade.

EMPRETEC: metodologia desenvolvida, há 20 anos, pela Organização das Nações Unidas (ONU). Com duração de seis dias consecutivos, apresenta as características dos empreendedores de sucesso e estimula o comportamento empreendedor dos participantes. Em 2010, passou a compor o Sebrae Mais.

Fonte: “Conexão em rede” Revista Passo a Passo Nº 144 Fevereiro e Março de 2013: pp. 34 a 37
Faça o download da revista aqui.