Os desafios do mercado de publicidade B2B

0
731

. Fazer publicidade hoje não é mais tão simples como era há alguns anos. Se antes as empresas se preocupavam em apenas vender seus produtos. Hoje elas precisam mostrar o que está por trás deles. Não é apenas vender por vender. Mas sim, mostrar como aquele produto ou serviço fará diferença na vida do consumidor, quem está por trás deste desenvolvimento. É o famoso valor agregado. Hoje, compramos muitos produtos e pagamos mais pela ideia e propósito que os envolvem do que pelo próprio produto em si.

Por exemplo, a compra de um smartphone de última geração. Seja um Apple ou Samsung, eu não compro apenas o produto. Eu compro pelo valor que ele me traz. Neste caso, se tira uma boa foto, se o design é bonito, se ele tem cores diferentes, e por aí vai.

Agora, se a publicidade B2C vem enfrentando novos desafios, imaginem então o que acontece na publicidade B2B? O processo de compra e venda entre empresas é muito mais complexo. Isto porque envolve muitas pessoas, uma quantia de dinheiro muitas vezes alta e decisões.

Por muito tempo, a publicidade B2B teve um espaço restrito onde pudessem ser anunciados produtos e serviços de empresas para empresas. Isso ocorria muito em grandes eventos e feiras, o que limitava o espaço e até o tipo de comunicação feita.

Depois, veio o mundo digital, que apesar da crescente publicidade B2B neste meio, ainda é pouco utilizado pelas empresas. Para se ter uma ideia, um estudo da Scopen mostra que, embora  41% dos profissionais de B2B acreditem que o digital é fundamental, apenas 25% não tem barreiras em sua comunicação online. 18% acreditam que têm pouco conhecimento sobre o digital, não dispõem de verba e acham que o digital não é prioridade.

E qual é o papel LinkedIn nesta história?

O LinkedIn é hoje a maior rede social profissional do mundo. Ela atem 562 milhões de usuários no mundo e 33 milhões no Brasil. É a quarta maior audiência da empresa. Além de sermos uma rede que conecta profissionais ao redor do mundo, temos apostado em algo que é muito importante para as empresas engajarem seus públicos: conteúdo.

Pode parecer um tema batido, mas trabalhar o conteúdo de forma estratégica na comunicação é essencial para as empresas conseguirem engajar melhor com sua audiência e, consequentemente, realizar um bom processo de venda.

Além do conteúdo, é importante pensar no formato em que este conteúdo é distribuído. No LinkedIn, por exemplo, 61% da nossa base de usuários acessa a plataforma via dispositivos móveis e é um número que tende a crescer, visto que as pessoas estão cada vez mais conectadas via mobile e menos via desktop.

Existem outros fatores que precisam ser levados em consideração na hora de distribuir o conteúdo. Tais como as ferramentas que serão utilizadas, o público que será impactado, o formato que será utilizado para disseminação e impacto de audiência, entre outras.

O LinkedIn conta hoje com um portfólio de produtos muito completo e que atendem  as mais diversas necessidades das empresas na hora da publicidade B2B. Um exemplo é o Sponsored Content, Sponsored InMail, Text Ads, entre outros. Além disso, é importante ressaltar que nossas soluções são para todos os tipos de empresa. Desde as pequenas até grandes corporações, e que todas podem utilizar as ferramentas para começar a expandir sua marca e presença de mercado.

Baixe Grátis!

Guia de Marketing Digital para MPE´s