O mercado de franquia no Brasil

0
80
mercado de franquia

Saber se o mercado de franquia no Brasil é uma boa alternativa de negócio não é tarefa fácil. Além disso, entender se realmente vale a pena investir em uma franquia e o que esperar em termos de crescimento são dúvidas comuns. Essas e outras questões fazem ferver a cabeça de quem pensa em apostar neste modelo.

Neste artigo, procuramos trazer dados e informações sobre o mercado de franquia brasileiro, e eventualmente ajudar a responder essas perguntas. Por isso, continue a leitura para entender melhor o mercado de franquia.

O que é franchising

Antes de falarmos sobre os dados obtidos em nossas pesquisas sobre o mercado de franquia no Brasil, entenderemos o que é essa modalidade de negócios.

Portanto, é preciso entender que Franchising ou franquia é uma forma de empreendimento que teve um boom no Brasil a partir da década de 80. Além disso, a premissa básica do modelo de franquia no Brasil é o fato de que uma empresa já consolidada concede a outra os direitos de uso da sua marca.

Geralmente, não é só o uso da marca que caracteriza o negócio, mas diversos benefícios que tornam muito interessante ao empreendedor fazer parte de uma rede de franquias.

Portanto, ao aderir a uma franquia, o franqueado pode ter acesso a:

  • um plano de negócios consolidado e eficiente;
  • um conjunto de estratégias testadas e aprovadas para o crescimento da empresa;
  • o conhecimento agregado ao longo dos anos de operação da franqueadora e de outros franqueados;
  • uma marca sólida e reconhecida pelos clientes;
  • o direito de vender produtos ou serviços que já são conhecidos e aceitos no mercado.

Os números do setor de franchising no Brasil

Atualmente, o mercado de franquia no Brasil está em plena expansão. Certamente, esse é um dos tipos de empreendimento que mais cresce, tanto em número de unidades quanto em faturamento.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) realiza trimestralmente diversas pesquisas para avaliar o desempenho do setor. Eventualmente, essas notícias têm sido animadoras.

Do mesmo modo, sabemos que os números do mercado de franquia brasileiro são muito importantes para avaliar um investimento. Por isso, trouxemos um resumo do panorama atual do mercado de franquias. Segundo a ABF, o faturamento do setor cresceu mais de 7% em 2018, em comparação com o ano de 2017.

Igualmente, o desempenho financeiro do mercado de franquia no Brasil saltou de R$ 163,319 bilhões para R$ 174,843 bilhões no mesmo período.

E não foi somente em 2018 que esse crescimento ocorreu. A cada ano, o setor de franquias melhora o seu desempenho, atraindo cada vez mais a atenção de investidores.

Mas todas as franquias crescem de forma similar? A resposta é não.

Na verdade, algumas franquias crescem mais que outras, superando a média de desempenho do setor franchising. É sobre elas que falaremos a seguir.

Os segmentos de franquias que mais crescem no Brasil

Certamente, um dos fatores que determinam o desempenho de uma rede de franquias é o segmento do qual ela faz parte.

Embora esse não seja o único fator determinante para o sucesso, realmente, há diferença no desempenho de diferentes áreas.

Alternativas para investir não faltam. No Brasil, eram quase 3 mil redes diferentes de franquias em 2018.

Descubra quais são as melhores áreas para investir no franchising em 2019.

Entretenimento e lazer

Em primeiro lugar no ranking, este foi o segmento que apresentou maior crescimento, quando comparado com o ano anterior.

No total, ele obteve mais de 12,7% de crescimento. As atividades que permitiram isso foram, principalmente, a busca por jogos virtuais e serviços de delivery.

Hotelaria e turismo

Este segmento obteve o segundo maior faturamento, com um aumento de 12,3%. Um dos principais motivos da alta foi, sem dúvidas, o reaquecimento do turismo interno.

Serviços e outros negócios

A medalha de bronze entre os setores foi para o segmento de serviços, com crescimento de 8,7%.

Houve aumento da demanda por serviços no mercado pet, de empresa para empresa e de back office, incluindo logística.

Casa e construção

Apresentou uma alta de faturamento de 8,6% no período. É alavancado com a recuperação do setor de construção civil.

Comunicação, informática e eletrônicos

O último de nossa lista é um dos mais lucrativos. O quinto lugar merece destaque com seu resultado de 7,5% maior que no período anterior.

Segmentos de franquias com crescimento menor que o esperado

Por outro lado, existem áreas que recentemente amargaram alguma queda.

Seja pelo movimento do mercado, os avanços da tecnologia ou as mudanças de hábitos dos consumidores, o fato é que alguns segmentos não faturaram como antes.

Isso não significa que o desempenho dessas franquias está ruim ou que você não possa abrir um negócio nessas áreas. Afinal, todos os setores tiveram crescimento de faturamento em 2018. Aqui, citamos os mais modestos.

As franquias com pior desempenho dentre os segmentos avaliados foram:

  • limpeza e conservação, com um aumento no faturamento de 2,4%;
  • serviços automotivos, que empatou com os mesmos 2,4% de aumento no faturamento.

Mesmo assim, é importante salientarmos que ambas obtiveram resultados positivos.

Exemplos de franquia para investir em 2019

O critério para a escolha de uma franquia não deve ser somente o investimento inicial. Na verdade, ele deve levar em consideração muitos critérios relacionados à personalidade e estilo de vida até o bolso do investidor.

Além disso, antes de optar por uma franquia, é preciso levar em consideração aspectos como o desempenho da rede, a possibilidade de expansão, a possível aceitação da marca na região em que você deseja se instalar, os custos de instalação e os critérios de promoção, entre outros.

Também é de suma importância avaliar a sua afinidade com o produto ou serviço oferecido e com o seu público-alvo.

Cada empreendedor começa a sua história de uma maneira. Muitos perderam o emprego e precisam encontrar uma forma de gerar renda; por isso, optam por comprar uma franquia.

Entretanto, investir em uma franquia somente pelo preço, sem ter afinidade com o produto ou serviço, pode trazer muitas dores de cabeça.

Sabendo disso, veja exemplos de franquias que você pode abrir com menos de R$ 90 mil.

O Boticário

  • investimento total: a partir de R$ 85 mil ;
  • retorno do investimento: de 18 a 36 meses;
  • número de unidades em 2018: 3.762.

Cacau Show / Chocolates Brasil

  • investimento total: a partir de R$ 27 mil (São Paulo);
  • retorno do investimento: de 18 a 24 meses;
  • número de unidades em 2018: 2.081.

CVC Turismo

  • investimento: a partir de R$ 45 mil (São Paulo);
  • retorno do investimento: de 24 a 28 meses;
  • número de unidades em 2018: 1.097.

Como saber mais sobre o sistema de franquias

O Sebrae dispõe de uma ampla bibliografia sobre o assunto, com notícias, artigos e vídeos que abordam tudo o que é necessário para começar nesta modalidade de negócios. Vale a pena conferir.