Marketing digital: do 1.0 ao 4.0

0
2667
marketing digital

Se você deseja tornar sua empresa conhecida na internet, este artigo foi feito na medida para que seu desejo se torne realidade, venha conosco! Aqui, vou falar sobre Marketing Digital. Esta expressão, tão falada nos últimos tempos, pode parecer muito objetiva, mas também pode ter compreensões subjetivas. Como podemos definir algo que parece abranger tantas possibilidades e ferramentas diferentes? Será que qualquer ação de divulgação pela internet pode ser chamada de marketing digital? Vamos entender melhor este conceito.

Para compreender o marketing digital, é preciso antes, falarmos de globalização. Ela nos condiciona cada vez mais a imersão no mundo digital. Isso também vale para o mundo dos negócios, onde acompanhar as tendências globais é mas que importante. É necessário para sobrevivência e sucesso da empresa. Isto porque o volume de consumo de conteúdo dos clientes está mais ágil e literalmente ocorrendo em suas mãos, por meio do uso de smartphones, tablets e outros aparelhos móveis.

As fases do marketing digital

Podemos dizer que o Marketing Digital é um desdobramento do Marketing. Suas ações são desenvolvidas dentro do ambiente digital ou virtual. Então, estamos falando de redes sociais, e-mail, sites, blogs como este etc. O Marketing Digital não vem para substituir as técnicas do Marketing tradicional.  Na verdade, suas ferramentas devem ser vistas como agregadoras. E porquê? Porque amplia e muito, a visibilidade das empresas no mercado.

De acordo com Philip Kotler, uma das maiores referências em Marketing no mundo, este setor passou por três eras. Vamos compreender estas fases, até os tempos de hoje, para então, termos uma melhor percepção do que o Marketing Digital abrange.

Marketing 1.0

A primeira fase do Marketing Digital é denominada de “Era dos Produtos”. Neste período, o importante para as empresas é produzir e oferecer os produtos a quem quiser adquiri-los.   Neste tipo de Marketing que a maioria das empresas opera. Neste período, os consumidores se adaptam aos produtos ofertados pela empresa.  Não há personalização, nem pesquisas diretas com os clientes para que se determine os produtos que comporão as prateleiras/portfólio.

Marketing 2.0

A segunda fase do marketing digital é conhecida como "Era da Informação". Nela as empresas se empenham em conhecer o perfil de seus clientes, hábitos e desejos. Assim formatam o portfólio de produtos/serviços que atendam melhor as suas necessidades. Em contrapartida, os consumidores também têm acesso a informações. Com isto, conseguem fazer comparativos de preços, produtos e marcas. É neste período que surge o conceito de que “o cliente é rei”. Pois as empresas passam a atuar para conquistar os clientes, atuando com segmentação de público-alvo. É a era do “marketing focado no consumidor”.

Marketing 3.0:

Esta etapa é conhecida como "Era do Valor". De acordo com Kotler, esse é o estágio em que o interesse das empresas deixa de estar focado apenas na venda de produtos, serviços e soluções. Aqui os negócios passam a fazer do mundo um lugar melhor. O que isso quer dizer? É o tempo em que conceitos sustentáveis são inseridos no dia a dia empresarial. Dessa forma, valores são agregados nos produtos e serviços.

Marketing 4.0:

Estágio mais recente do Marketing, que está configurado em um cenário onde a vida das pessoas está permeada pela internet o tempo todo. Neste contexto, existe um paradoxo: o cliente tem diversas opções e poder de escolha. Mas enfrenta falta de tempo para tomar decisões de consumo. Isso faz com que as marcas precisem ser mais relevantes para os consumidores. O marketing 4.0 é o marketing de sentimentos humanos, transformações sociais, e também de revolução da interação na rede. Ou seja, é o período em que as marcas precisam se humanizar para influenciar as relações humanas para alcançar seus consumidores.

Aplicação do marketing digital

Você provavelmente já entendeu que a aplicação do marketing em novos negócios, seguirá uma tendência de evoluir do 1.0 até o 4.0, e assim por diante. Inclusive, Kotler ressalta que, a evolução na estratégia de marketing da empresa deve ser gradativa. Assim, se sua empresa está em um dos estágios iniciais do marketing, deve se planejar para passar ao próximo de maneira organizada.

Neste contexto evolutivo, o Marketing Digital é um forte aliado para a promoção da visibilidade da marca. E, consequentemente, alavancar o negócio. Mas você realmente conhece o seu negócio? Sabe dizer de prontidão quem é seu público-alvo? Quais são seus fornecedores? E seus concorrentes? Se tem dúvidas ou não consegue responder a todas essas perguntas, a pesquisa de mercado é uma ferramenta importante para que você obtenha informações valiosas sobre o mercado em que atua ou pretende atuar.

Ter o posicionamento de sua empresa definido, também é fundamental para que seus clientes percebam o que te diferencia dos seus concorrentes. Essa diferenciação dos demais, é o que vai fazer com que o cliente queria adquirir seu produto/serviço.

Mas, para que o Marketing Digital seja eficiente e gere resultados positivos, o planejamento estratégico para alinhar as ações/campanhas é essencial. Comece respondendo as seguintes perguntas:

Preciso de um site? Possuirei um e-commerce (loja virtual)? Atuarei em mídias sociais? Quais mídias sociais são interessantes para meu tipo de negócio? Sei produzir conteúdo, e tenho tempo para gerir essas mídias sociais?

Ao responder estas e outras perguntas sobre seu negócio, você conseguirá ter uma ideia mais clara de quais decisões ainda precisa tomar, para se organizar e alcançar uma divulgação mais adequada. Desta forma, poderá melhorar seu posicionamento no mercado, alcançando um público mais interessado no que oferece.
E consequentemente, poderá melhorar seus resultados de vendas. Afinal de contas, independentemente da fase do marketing que seu negócio se encontra, é preciso faturar, não é mesmo?

Baixe Grátis!

Cartilha de Marketing Digital - Ferramentas