Como aprimorar habilidades de liderança

0
2390
liderança

Há quem demonstre um talento natural para a liderança. Pessoas que inspiram sem esforço, que nos atraem com sua forma de se comunicar. Mas sejamos realistas, um bom líder se dedica a se aperfeiçoar. Especialmente quando sua proposta é ser um líder corporativo, quer esteja à frente de uma equipe, quer esteja à frente de um negócio. Nessa preparação estão presentes cursos, leituras de livros sobre o tema e ainda mais importante a tentativa cotidiana de colocar em prática o aprendizado de acordo com sua situação.

A liderança direta, aquela exercida no dia a dia, sobre as pessoas ligadas diretamente ao líder, participantes de uma equipe é o assunto desse texto. A ideia é lembrar você de aspectos muito relevantes no exercício da liderança e estimular sua reflexão sobre como você está exercitando cada um desses aspectos.

Equipes inovadoras são diversificadas

A observação bem-feita dos cenários onde estamos inseridos e, principalmente, das características das componentes do time é o primeiro passo no exercício da liderança eficaz.

Quando abrimos um negócio, ou quando somos promovidos na empresa em que trabalhamos, estamos sujeitos a um dos maiores erros de um gestor: querer que todos da sua equipe ou empresa pensem ou façam as coisas como você faria.

Aí vai a primeira dica para merecer o respeito de nossa equipe: entender que as pessoas são diferentes e que podem chegar aos resultados usando métodos, formatos ou abordagens que você não escolheria.

Há vários estudos que mostram que as melhores equipes são aquelas em que existe diversidade de pessoas. Diversidade significa mindsets diversos. Significa cada um fazendo o seu melhor, de acordo com o seu estilo, para alcançar os objetivos em comum. Cabe ao gestor entender e trabalhar com as pessoas na individualidade de cada um.

Realizar reuniões e deixar as pessoas exporem suas idéias de forma genuína seria mais uma dica. Pois uma discussão aberta entre um time com experiências e formas de pensar diferentes podem nos surpreender com novas idéias ou novas formas de execução que com o potencial de trazer melhores resultados.

Uma outra forma do time ganhar com esta diversidade é manter um canal de comunicação aberto para que sugestões sejam colocadas em discussões e implementadas de forma mais rápida.

Ouviu as sugestões? Permita que o time o convença e estabeleça as regras e os prazos de teste em conjunto. Seja claro quanto às suas expectativas, sendo assertivo quanto ao que espera de retorno e sobre a necessidade de retorno ao modelo antigo caso não atinjam os objetivos no tempo combinado.

Reforce os acertos

Apontar os defeitos e erros da equipe já foi a principal função do gestor. Hoje, esse apontamento só se justifica quando vem com um convite à solução, em que indicar o melhor caminho é mais importante que reforçar o problema.

Tem sido cada vez mais assertivo reforçar aquilo que cada um tem de melhor. Afinal, será que todos os erros comprometem o cliente final ou a produtividade do time? Merecem mesmo tanto destaque?

Não pense que estou sendo leniente. Erros que acontecem repetidamente, como um atendimento de forma incorreta do seu cliente, uma venda onde apenas o “pedido foi tirado” e não foi realizado uma venda consultiva, devem ser sim corrigidos. A diferença está na forma como você fará para seguir sendo uma referência positiva para o time e, sobretudo, mantendo os bons resultados finais.

Confira alguns cuidados especialmente quando fizer feedback.  O ideal é que esse momento de correção seja realizado de forma individual. Assim, você abre espaço para uma troca e não apenas a reprimenda. Apresente o erro, porque é importante corrigi-lo e peça uma sugestão de como fazer melhor. É importante que a resposta não seja dada de “mão beijada” para o seu liderado ou liderada. Faça ele/ela perceba qual parte do processo poderia ter sido realizada de forma diferente. Participando desse processo de descoberta e análise, os profissionais acabam por fazer parte da construção da solução. As chances de insistir na falta cometida diminuem consideravelmente.

Respeito é a palavra de ordem

Respeito é a palavra que deve se manter na mente do líder em tempo integral. Respeito às pessoas na sua individualidade. Respeito ao ambiente de trabalho. Respeito aos objetivos. Seu trabalho, como sua casa, são extensões de quem você é.

A liderança por exemplo é a mais poderosa. Sua equipe é um reflexo de seus atos. Observe seus liderados: muito provavelmente há palavras suas que eles repetem, formas de tratar o cliente, reações diante dos problemas. Daí a importância de não elevar o tom de voz, escutar as verdadeiras necessidades dos colaboradores e tomar todas as decisões fundamentadas eticamente. Enfim, exercitando o respeito no dia a dia.

Agindo assim, o líder trabalha para que a reciprocidade seja verdadeira e o ambiente seja o melhor possível para que os melhores resultados floresçam.

Bom trabalho!

Baixe Grátis

Cartilha de Desenvolvimento de Habilidades - Gerenciais e Liderança