Influenciadores digitais nos negócios

0
723
influenciadores digitais

É sempre curioso observar o que o Marketing Digital oferece de soluções práticas para que as empresas tenham um bom desempenho em ambientes online. O objetivo é sempre o mesmo: foco em atingir seus públicos alvos, com as melhores estratégias e, se possível, investindo apenas o necessário para um retorno satisfatório nas finanças. Uma nova tendência neste sentido são os influenciadores digitais. Vamos entender como eles surgiram.

Primeiro, os blogueiros

Há alguns anos vivemos o fenômeno dos blogs. Nele diversos autores e escritores ganharam notoriedade com seus textos, chamando a atenção de empresas e agências de publicidade. Isso gerou parcerias e vendas de espaços em seus ambientes digitais, muito desejados.

Agora, os influenciadores digitais

Atualmente, vivemos a era dos influenciadores digitais. Uma galera que possui uma credibilidade incrível junto a suas audiências. Essa nova onda do marketing digital parece ser o hype da vez.

Influenciadores não necessariamente têm blogs como sua principal “janela” na internet. Muitos deles alcançaram programas de TV e participações no cinema, indo muito além das redes sociais.

Os influenciadores atingem pessoas com maestria. Algo que pouquíssimas agências conseguem fazer – não só no Brasil, mas em todo o mundo. Mesmo quem vê essa nova onda com ressalvas, percebe a importância dos criadores de conteúdo para as campanhas.

Parceria entre influenciadores e empresários

As campanhas são a parte em que você, empresário, deve prestar bastante atenção. A parceria com os influenciadores pode ser um diferencial interessante para sua estratégia digital, desde que você siga alguns critérios:

1 – Estude o perfil do influenciador

Além de avaliar os números que representam seus milhares (ou milhões) de seguidores, atente para os comentários. Verifique como esse influenciador interage com sua audiência e que tipo de relação estabelece. A forma como ele se comunica é semelhante à que você usa na comunicação com o seu público? Como a forma dele se comunicar pode favorecer seu negócio?

2- Pesquise o público dele

Seja bem consistente nessa avaliação. Faça pesquisas sobre comportamentos e reflita se o público desse criador é realmente o público de seu produto ou serviço. A partir daí, muitas decisões começam a ficar mais claras e objetivas. Para o marketing de influência funcionar para o seu negócio, esses fatores devem estar em concordância.

3- Avalie se os valores dele são os seus

O primeiro passo é solicitar o mídia kit (um relatório sobre a atuação de influenciadores em meios digitais). Esse relatório será útil para analisar as audiências em redes sociais e as marcas com as quais já trabalharam. E também, se sua atuação e seus ideais como influenciadores digitais estão de acordo com o que sua empresa reflete.

Infelizmente é comum denúncias de pessoas no meio digital sobre influenciadores que representam determinadas marcas que contradizem seus ideais. Isso é muito preocupante. Afinal, o público consumidor está de olho. A audiência só consome aquilo que é pertinente a ela e ao influenciador. Se ficar claro que se trata apenas de um acordo comercial,  campanha e o influenciador perdem a força.

4 – Alinhe a linguagem utilizada

Você não precisa “falar igual” ao influenciador digital de sua campanha, nem ele igual a você. Mas assim como os valores, é interessante que haja intercessões. Como em qualquer campanha, tudo deve iniciar no público. Até a escolha do influenciador. A partir das tendências desse público, você entenderá o tom a ser adotado.

5 – Entenda como o influenciador trabalha

Veja com o profissional qual a política de parceria. O que acontece se um concorrente seu quiser fazer parceria com ele? Como serão os posts ligados à sua empresa? Quanto tempo estarão juntos, a princípio? Ele adota um limite de marcas sobre as quais posta?

Seja transparente com o que deseja e peça transparência dele também. Caso ao contrário, o que poderia ser de longa data, pode terminar assim que o criador fechar novas parcerias.

A partir daí você já terá uma ideia de quem realmente pode representar sua marca, seus produtos e serviços. Negocie, avalie, converse e, principalmente, ouça o creator sobre como realiza as campanhas com suas audiências.

Co-crie com o influenciador a campanha e veja os resultados. Uma boa parceria pode se tornar uma peça chave para o sucesso de outras campanhas em mídias sociais.

6 – Integre a parceria à sua campanha digital

É preciso pensar campanhas com estratégia e planejamento digital. Dessa forma, as ações tornam-se consistentes, com foco na transparência tanto de sua empresa quanto do influenciador com sua audiência. A parceria não deve ser a única ação. Certifique-se de que está dando retorno ao público interessado. E que está oferecendo conteúdo que complementa as informações do influenciador. Não deixe de avaliar os anúncios pagos.

Cuide bem da reputação de sua empresa, em todos os casos, em todas as mídias!

Lembre-se: você é o seu negócio. Os demais vêm para agregar, somar. Mas a base da cultura da sua empresa é você quem dá.

Baixe grátis

Redes sociais e negócios - Quais fazem sentido para sua empresa?