Dicas para empreender no agronegócio

0
150
agronegócio

O agronegócio é um dos segmentos mais importantes da economia brasileira e movimenta milhões de reais todos os anos.

Mesmo sendo um mercado considerado tradicional e conservador, cada vez mais os empresários envolvidos com a agricultura e a pecuária percebem a necessidade de modernização. Isto permite que se mantenham competitivos e atendam às exigências dos consumidores.

Esse cenário faz com que surjam diversas oportunidades para quem deseja empreender no setor. Se este é o seu caso, neste post mostraremos por onde começar. E também daremos algumas ideias de negócios que devem se tornar tendências nos próximos anos.

Confira!

Empreendedorismo e agronegócio

De modo geral, empreender exige muito estudo e dedicação, independentemente da área na qual você deseja entrar. No agronegócio não é diferente. No entanto, com alguns cuidados iniciais, você aumenta as chances de ser bem-sucedido. Confira as dicas.

Escolha por afinidade

O agronegócio consiste na rede que envolve todos os segmentos da cadeia produtiva vinculada à agropecuária.

Isso significa que ele inclui as atividades desenvolvidas por fornecedores de insumos e sementes, equipamentos, serviços, beneficiamento de produtos, industrialização e comercialização da produção agropecuária.

Portanto, existem dezenas de segmentos que você pode escolher para começar a empreender.

Os critérios que devem direcionar sua decisão precisam combinar o seu conhecimento técnico e a afinidade pelas atividades desenvolvidas pela sua futura empresa.

Assim, você terá mais segurança e motivação para enfrentar os desafios e vencê-los.

Pesquise o mercado

Escolher o foco ou o propósito do seu empreendimento, frente a tantas opções, pode ser extremamente desafiador. Por isso, você deve realizar uma pesquisa de mercado para coletar dados e informações que embasem sua decisão.

Os órgãos oficiais do governo — como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) — podem ser de grande ajuda neste sentido. Pois têm muitas informações relevantes que permitirão entender os números do setor que você escolheu e as tendências para os próximos anos.

Converse com quem entende

Outra ação importante que você pode tomar, antes de empreender no agronegócio, é conversar com quem já atua nesse setor.

Procure por profissionais que trabalham em empresas do ramo. E também por empreendedores que já tenham experiência prática no mesmo segmento no qual você deseja empreender.

Tente extrair deles tudo o que fizeram para enfrentar as incertezas e vencer as maiores dificuldades. Veja também como é a rotina do negócio.

Assim, você conseguirá coletar informações essenciais, que mostrarão se é o tipo de empreendimento que realmente deseja e se as atividades desenvolvidas serão prazerosas.

Fique de olho na tecnologia

A tecnologia chegou ao campo e contribui para aumentar os resultados do agronegócio no Brasil.

Segundo levantamento da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP), 67% das propriedades agrícolas do Brasil usam algum tipo de inovação tecnológica em seus processos produtivos.

O maior reflexo disso é o surgimento de várias startups dedicadas a produzir inovações para esse segmento — as chamadas agritechs.

Elas utilizam a tecnologia em diversos setores. Por exemplo, na mecanização da lavoura, na aplicação de agricultura de precisão, em dispositivos móveis, drones, GPS, sensores e aplicativos.

Tudo para embasar as decisões dos empresários do agronegócio; assim, eles podem pensar estrategicamente, analisando informações, reduzindo de custos e aumentando a produtividade.

Estes são alguns exemplos de produtos e serviços nos quais você pode investir, caso deseje.

Invista em pequenas propriedades

Nem só de grandes plantações vive o agronegócio. Por exemplo, nos últimos anos, o governo federal criou diversos programas para auxiliar pequenos e médios produtores rurais. Assim, ajudando a se modernizarem e aumentarem suas produções.

Portanto, se você tem uma pequena propriedade ou pensa em adquirir uma, existem diversas oportunidades que podem ser aproveitadas.

Por exemplo, muitos produtores apostam na agricultura sustentável e orgânica. Isto permite a comercialização de produtos certificados por órgãos ambientais. O que permite atingir a parcela da população que consome itens naturais, cuja produção não agride o ambiente.

Outros investem em animais de pequeno porte para venda da sua carne e de seus derivados.

O consumidor final é sempre a engrenagem mais importante do agronegócio. Avalie o que é consumido na região onde pretende atuar. E também quais são as expectativas do mercado em relação aos produtos ofertados.

Desafios e oportunidades

Para quem deseja iniciar um empreendimento no agronegócio, existem diversos desafios a serem vencidos. Inclusive, nos próximos anos, motivados por fatores diversos. Por exemplo, a diminuição do número de pessoas morando no campo; as demandas ambientais e os novos padrões de consumo nas grandes cidades.

Listamos, a seguir, alguns dos principais desafios que podem se mostrar como oportunidades para quem deseja investir no agronegócio.

Estresse hídrico

O estresse hídrico é um problema tanto para agricultores quanto para pecuaristas. A demanda pelos recursos hídricos só aumenta. Por conseguinte, fazendo com que os impactos ambientais também sejam grandes.

Nesse cenário, devem ser empregadas técnicas de produção e tecnologias. Dessa forma, evitando o desperdício da água e aumentando a eficiência do seu uso.

Condições climáticas

O agronegócio é muito dependente das condições de tempo e de clima. Assim, essas informações se tornam estratégicas para os produtores.

Elas podem ser utilizadas para gerenciar uma série de questões no campo. Por exemplo, a aplicação de defensivos agrícolas, a produção das lavouras e as perdas ocasionadas por fenômenos climáticos.

Produções e criações seguras

O uso de defensivos agrícolas nas lavouras e na suplementação alimentar de animais deve ser feito com muito cuidado. As demandas biológicas são cada vez maiores e as inspeções tendem a se tornar mais rigorosas.

Nesse sentido, surge a oportunidade de investir em soluções. Por sua vez, estas permitem gerenciar o uso e a aplicação desses produtos. Logo, resguardando a qualidade dos alimentos, bem como a saúde dos animais e dos consumidores.

Distribuição

A distribuição dos produtos ainda é um dos grandes problemas no agronegócio brasileiro. Em vista do que, causa perdas ou danificando uma fração significativa durante o transporte e o armazenamento.

É um mercado promissor para empreendedores que ofereçam soluções logísticas que possam otimizar os processos de transporte e distribuição.

Armazenamento

Junto com a distribuição, o armazenamento é uma demanda fundamental no agronegócio. Logo, pode se tornar uma fonte de oportunidades para novos empreendedores.

É cada vez mais necessária a implantação de sistemas de armazenamento no campo. Eventualmente, estes sistemas podem aumentar a vida útil e a qualidade dos alimentos.

O agronegócio oferece diversas oportunidades para empreender. Apesar das crises e dos desafios, esse setor contribui para uma grande parcela da economia brasileira. Além disso,  a tendência nos próximos anos é que esse cenário persista.

Os empreendedores que investirem em planejamento e em capacitação poderão aproveitar essas oportunidades, criando negócios rentáveis e sustentáveis.

Baixe Grátis

Agronegócio – alimentos orgânicos