Contratação: os segredos da pós-seleção

0
747
contratação

Muitas empresas se preocupam muito com o processo de contratação de funcionários, mas não dão a devida importância ao período pós-seleção ou período em que o empregado está em experiência. Esse momento é tão ou mais impactante para o sucesso da contratação que a seleção em si. Afinal, é quando atitude e técnica do novo colaborador podem ser observados e aprimorados.

O trabalho da contratação

Você se lembra de como é complexo contratar? O processo inclui procedimentos legais e contábeis que alcançam uma lista enorme de tarefas, documentos, fichas a serem preenchidas, exames médicos, cadastros etc. São dias trabalhando no aspecto legal para chegada desse novo funcionário ao quadro.

Que tal fazer todo esse investimento valer a pena? Porque se não houver um acompanhamento eficaz desse empregado, grandes são as chances de que ele não permaneça na empresa. Seja por opção própria ou da sua equipe. O que recomendo é o investimento no processo que estou chamando de pós-seleção. Organize esse processo e aumente as possibilidades de sucesso na formação da equipe. Veja como:

Apresente a empresa aos novatos

Se a sua empresa tem um profissional responsável por essa área, reveja com ele quais são as práticas aplicadas nesse período, que normalmente são de 90 dias. Dentro dessa revisão, tome os seguintes cuidados:

  • Defina quem vai receber esse novo empregado, mesmo se ele vier através de um processo de uma empresa terceirizada. Essa pessoa apresentará a empresa, os benefícios, direitos e obrigações legais, informará sobre as regras, o regulamento, horários etc.
  • Capacite essa pessoa. Há grande importância em preparar um profissional para que ele esteja apto a receber novos funcionários, favorecendo a inserção e integração do novato à empresa. Investindo na capacitação desse funcionário, você o valoriza e ganha um forte aliado no período de adaptação, o que aumenta seu sucesso em contratações.
  • Escolha alguém (você ou a pessoa responsável pelo treinamento) para contar uma breve história da empresa e de como ela chegou até aqui.
  • Logo no primeiro dia, certifique-se de que esse colaborador saiba o que se espera dele em termos de desempenho de função.
  • Você e o encarregado pela apresentação da empresa devem escolher quem será o responsável pelo apoio, acompanhamento e condução do treinamento.
  • Garanta que o novato seja apresentado à toda a equipe em sua primeira semana. Essa interação faz com que os ruídos de comunicação, a incerteza do grupo e a rejeição ao novato diminuam consideravelmente.

Não perca o novato de vista

  • As regras devem ser estabelecidas de maneira clara e objetiva logo na recepção do novo contratado. Isso feito, crie formas de acompanhar o desenvolvimento das tarefas e as interações do seu novo talento.
  • Converse com a equipe, caso ele seja inserido numa, e dê feedbacks. Tanto para ele quanto para o time. Faça dessa contratação um motivo a mais para estar perto de todos, mostrando suas impressões e liderando os profissionais.
  • Peça e ouça os feedbacks do novo colaborador e dos profissionais diretamente ligados a ele.
  • Tenha um formulário de avaliação do período de experiência. Encontramos esse tipo de documento disponível em páginas na web dedicadas ao assunto. Busque um que se adeque à sua empresa ou crie o seu próprio. Com um pouquinho de pesquisa e boa vontade você encontra bons materiais de apoio.
  • Para melhor uso desse controle, anote a data inicial do contrato de trabalho e estabeleça prazos para avaliação. Dependendo do seu negócio uma avaliação de 30 em 30 dias é suficiente. Esse acompanhamento também permite que você não perca o prazo de rescisão de contrato de experiência, caso seja necessário o desligamento.

Com esses cuidados e uma comunicação clara e objetiva aumentamos consideravelmente a chance de um processo de seleção obter índices satisfatórios de permanência. E da sua equipe estar diretamente envolvida no sucesso do seu negócio!

 

Baixe Grátis

Como a gestão de pessoas impacta nas organizações.