Como verificar se estou obtendo lucro?

27
392

É preciso estar claro para os empresários que lucro não é o resultado de uma venda, e sim o que sobra das receitas em um determinado período, após a retirada dos custos e das despesas. Para que este cálculo implique um resultado positivo, devem estar embutidos, no preço de cada produto ou serviço comercializado, os valores que cubram os custos fixos e variáveis mais o percentual de lucro líquido.

Além dos custos totais da empresa, é preciso considerar dois fatores determinantes: o primeiro se refere ao valor que os clientes aceitam pagar. Essa medição é decisiva para a criação de parâmetros comparativos em relação ao mercado, apresentando-se, ainda, como uma estratégia de precificação.

O segundo diz respeito ao volume de vendas, pois, somente a partir da venda de uma determinada quantidade de produtos ou serviços, é que se alcança o ponto de equilíbrio.

A lucratividade também está vinculada aos descontos concedidos aos clientes. Por isso, os empresários devem ficar atentos à adoção de determinados procedimentos, que, aparentemente, têm o objetivo de aumentar as vendas, mas que, no fim, podem acarretar perdas. O cálculo incorreto do preço de venda – no qual o lucro não é estimado ou é muito baixo –, com posterior desconto para fidelizar o consumidor, e o parcelamento da compra conduzirão, certamente, a prejuízos.

Para verificar se a empresa está fazendo as contas certas, basta aplicar uma equação simples: faturamento – custos totais = resultado. Se este for positivo, é sinal de que a organização está no caminho ideal.

É PRECISO TER EM MENTE QUE:

1. Os controles financeiros adequados e apropriados possibilitam a identificação clara de custos fixos e variáveis e de faturamentos.

2. O preço de venda calculado de maneira correta gera lucro.

3. Os prazos médios de recebimento, de pagamento e de estoque compatíveis não comprometem o capital de giro.

4. O acompanhamento constante dos números do negócio é fundamental para tomada de decisões rápidas.

5. Uma última recomendação a ser feita: se a empresa está recorrendo a cheques especiais, empréstimos e antecipação de recebíveis, é hora de pisar no freio e rever os processos internos. Afinal, esses fatores apenas aumentam os custos e as despesas, contribuindo – e muito – para a redução ou mesmo a supressão da lucratividade.

Fonte: Andrade, Augusto Manso de. “Como verificar se estou obtendo lucro?” Revista Passo a Passo Nº 143 Dezembro de 2012 e Janeiro de 2013: p. 78

Faça o download da revista aqui.