Dicas para praticar inovação

0
344
praticar_inovação

Tecnologia e inovação são fatores determinantes para a competitividade e o sucesso dos pequenos negócios. Inovar é introduzir uma novidade ou aperfeiçoar um processo, produto ou serviço para criar um diferencial. Isso inclui ou não tecnologias. Mas como praticar inovação ou investir em processos inovadores?

A inovação de processo acontece quando há melhoria do método de produção ou distribuição. Quando há mudanças significativas na concepção do produto (nova embalagem, novo posicionamento de mercado), a inovação é de marketing. Já a inovação organizacional prevê uma mudança nas práticas de negócios da empresa, reorganização do local de trabalho e redefinição das relações com o mercado.

Inovação em projetos

Os projetos inovadores têm um modelo de gestão diferente e devem estar alinhados com a estratégia da empresa. Para isso, é preciso idealizar, conceituar, experimentar e implementar novas ideias, etapas do processo criativo.

  • Idealização ou ideação - Etapa inicial do processo mental criativo para criação/definição do produto ou serviço de interesse.
  • Conceituação - Avaliação da ideia por terceiros (futuros consumidores, especialistas, etc.) para análise do processo de produção.
  • Experimentação - Momento de testar a ideia antes de levá-la ao mercado.
  • Implementação - Hora de aplicar na prática tudo o que foi discutido e testado anteriormente.

Uma coisa é certa: para inovar é preciso ter coragem para encarar as mudanças. O investimento em novas tecnologias facilita este processo, pois oferece ferramentas e conhecimentos necessários para a melhoria da produção e comercialização.

Espaços de inovação

Além disso, existem espaços planejados para ajudar empreendedores interessados em inovar ou emplacar novas ideias no mercado:

  • Habitats de inovação – Organizações que oferecem condições de desenvolvimento de novas ideias.
  • Incubadoras de empresas - Organizações que oferecem suporte para que as ideias se transformem em negócios de sucesso.
  • Aceleradoras de empresas - Mecanismos, geralmente privados, de apoio à startups, para investimento em negócios que podem crescer rapidamente.
  • Coworking ou Hubs - Compartilhamento do mesmo espaço de trabalho.
  • Centros de pesquisas privados - Espaços voltados para pesquisa, com financiamento privado facilitado e laboratórios especializados.
  • Fabs Labs - Espaços compartilhados por pessoas de diversas áreas para projetos colaborativos de fabricação digital.
  • Living Labs - Laboratórios de inovação de uma cidade ou região para parcerias pessoais, públicas e privadas, com desenvolvedores e usuários finais para processos de cocriação de inovações.
  • Venture Builders e Fundos de Investimentos - Organizações que geram empreendimentos e negócios a partir das ideias e dos recursos de seus líderes.
  • Parques tecnológicos - Complexos de produção industrial e de serviços de base científico-tecnológica.
  • Startups - Grupos de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável.

Como praticar inovação

  • Mude a perspectiva: veja o mundo por outros ângulos.
  • Fale menos e pratique mais.
  • Dedique seu tempo para ouvir ideias e envolver a sua equipe no processo de transformação.
  • Pense em algo que represente seus valores.
  • Faça algo diferente do que já existe.
  • O receio de perder uma boa ideia ou tê-la copiada cria um isolamento: compartilhe.
  • Reveja seus processos e invista em novas competências e pessoas para inovar.
  • Não tenha medo de ousar e aprenda com os erros.
  • Aproveite a crise para inovar.

Baixe grátis

E-book Tecnologia e Inovação - Dicas para Negócios