Como entrar em um marketplace

0
497
marketplace

Marketplace é uma espécie de shopping que funciona na internet. São sites onde há uma grande concentração de empresas. Um marketplace também tem um fluxo grande de potenciais compradores e podem ser uma parte de sua operação online.

Se uma empresa quer vender pela internet, mas não tem a estrutura necessária para uma loja própria, inserir seus produtos em um marketplace já consolidado pode ser a solução. Trata-se de uma ideia simples capaz de potencializar seu negócio. Alguns dos maiores marketplaces que existem no Brasil: Americanas, WalMart, Dafiti, Mercado Livre, Extra, Get Ninjas, iFood.

Agora que você já entendeu o que é um marketplace, vamos a algumas dicas para você começar a vender através de uma plataforma dessas.

1- Primeiro, o modelo de negócio

Assim como empreender tendo uma loja presencial, atuar em uma loja virtual também exige planejamento, estratégia, investimento e profissionalismo. Você precisa dar uma atenção especial a essa etapa antes de investir tempo e dinheiro em uma loja na internet.

É importante definir bem o modelo de negócio, testar, validar e assim ter mais certeza de detalhes importantes da operação, como público-alvo, alinhamento dos produtos ao público do marketplace escolhido, parcerias, etc. A metodologia Canvas pode ajudar a deixar as ideias mais claras.

O passo seguinte é planejar o negócio, com metas, estratégia e assim aumentar suas chances de sucesso. Com um plano de negócio para o seu projeto digital, você terá sempre onde voltar caso se desvie ou perca o foco.

2- Organize os processos de logística

Dentro do tema "logística", estão todas as atividades voltadas para o planejamento de entrega de mercadorias, armazenamento e distribuição. Em um negócio de vendas à distância, a logística é fundamental e precisa estar também dentro de seus cálculos financeiros, de sua estratégia de marketing. Ela é um ponto central do processo.

Para conseguir sucesso na entrega é necessário definir sua rotina. Faça todas as perguntas necessárias e busque respostas: quem irá conferir os novos pedidos de venda? Qual será a pessoa que cuidará das embalagens e do empacotamento do produto? Quem será o responsável em etiquetar as embalagens? Quanto você irá pagar pelo serviço de entrega? Como atenderá ao cliente se ele quiser devolver ou trocar? Minhas vendas têm pico de sazonalidade? Que cuidados preciso tomar nesses momentos?

3 – Fique de olho na sua loja

 Se você já tem um negócio físico, seu espaço no marketplace não será uma continuação dela, mas uma segunda operação. É preciso tomar muito cuidado com o estoque, para não vender o mesmo item duas vezes e não ter como entregá-lo.

Outro ponto de atenção é a concorrência. Em um mesmo marketplace você provavelmente terá vários concorrentes oferecendo o mesmo produto que você. Planeje suas ações, sempre de olho nas contas para não sair no prejuízo.

4 - Estude e escolha a plataforma de vendas

Hoje existem inúmeras plataformas de marketplace e, apesar de não parecer, são muito diferentes umas das outras. Esses detalhes serão percebidos por você ao se aprofundar na leitura dos contratos e termos de aceite e, mais ainda, pesquisando sobre cada um e fazendo comparações.

É fundamental que você tenha pleno entendimento das exigências das plataformas e se elas atendem aos objetivos da sua empresa. Em sua precificação, sempre considere as taxas cobradas pelo serviço.

E aí? Já consegue se imaginar criando uma estratégia para um marketplace?

Conte conosco para pesquisas, soluções de dúvidas, e apoio.

Bons negócios!

 

 

Baixe grátis

Marketiplace e Clube de Assnaturas - Vol.2 - Gestão financeira para modelos de negócios Web

Leia mais

Manual de perguntas e respostas do E-commerce - Tributação e práticas