Capacitação beneficia funcionários e empresários

0
489
capacitação

Ter um programa de capacitação continuada para os colaboradores é, e sempre será, garantia de sucesso. Mas esta máxima também vale para sua empresa e deve ser uma das orientações das lideranças. Investir no treinamento de seus colaboradores gera um clima interno saudável, de profissionalismo e de reconhecimento. Isso contribui para retenção de talentos e para o desenvolvimento do negócio. Além de tornar a empresa mais competitiva, pois equipe capacitada é sinônimo de melhores serviços e produtos. Portanto, significa resultados mais consistentes.

Mas, para que seja eficaz, você precisa fazer um levantamento das reais necessidades de treinamento, de forma minuciosa. Alinhar os objetivos da função e da organização é primordial.

O período de capacitação

A capacitação deve acontecer desde o primeiro dia do colaborador na empresa. Isso é extremamente importante para sua adaptação e conhecimento sobre a cultura, missão e valores da instituição. Algumas empresas nomeiam este tipo de capacitação como “Introdutório” ou “Integração”. É interessante também definir um profissional que acompanhe o novo funcionário nesse processo de adaptação. Ele deve ser o responsável também por capacitá-lo nas tarefas e responsabilidades do dia a dia.

A necessidade de treinamento não se restringe à chegada de novos profissionais.

Ela pode ser identificada a partir de:

  • Análise do desempenho de um colaborador;
  • Mudanças nas características do trabalho;
  • Implementação de novas tecnologias;
  • Percepção da necessidade de mudanças de atitudes no comportamento individual;
  • Necessidade de compartilhar ou transmitir informações;
  • Decisão de desenvolver cultura e valores organizacionais;
  • Busca por elevar a produtividade;
  • Importância de aprimorar os processos internos de comunicação;
  • Necessidade de reduzir retrabalho;
  • Críticas ou reclamação de clientes que mostram um padrão de repetição do problema nos processos da empresa;
  • Tentativa de preparar as pessoas e a organização para necessidades futuras, baseado na estratégia da empresa.

O modelo de treinamento

O objetivo, ou seja, o que se deseja como resultado da capacitação é o início de tudo. A partir daí você e sua equipe vão programar as ações de capacitação. Dê preferência às necessidades imediatas, ou seja, aquelas que eliminam as situações que estão prejudicando a empresa neste momento.

Defina de que modo a capacitação será realizada:

  • Presencial

O treinamento Presencial permite que a proximidade entre instrutor e turma, favoreça a troca permanente de informações e "feedback". Caso opte por contratar o treinamento exclusivo para seus colaboradores, terá o ganho extra do aprofundamento do assunto pela prática. Ao contratar o treinamento em uma turma com participantes de outras empresas, ganha-se a redes de relacionamento. Esse networking pode posteriormente dar sustentação ao treinamento.

  • A distância

O treinamento à distância pode oferecer custos menores que o presencial. Esse modelo  possibilita treinar colaboradores em unidades diferentes da empresa, independente da localização geográfica. Elimina custos com deslocamento e possibilita horários flexíveis. Capacitar assim exige maior comprometimento da equipe, já que não há um instrutor fisicamente presente. Isso pode comprometer o feedback sobre o engajamento dos participantes.

  • On the job 

O treinamento on the job, ou in company, é aquele que ocorre no dia a dia. Isso permite a realização de tarefas rotineiras e orientação da chefia com realização de feedbacks. É interessante por se desenvolver na situação real da função. Comumente, a motivação é maior, pela aproximação das condições reais de trabalho. Pode ser aplicado para acompanhar as mudanças ocorridas nas tecnologias e nos procedimentos do trabalho.

  • Repasse

Alguns colaboradores são capacitados externamente e depois atuam como multiplicadores do conhecimento. É um modelo muito válido quando se trata de um conteúdo técnico e específico.

O acompanhamento de resultados

Lembre-se de mensurar os resultados obtidos com a capacitação. Verifique quais efeitos a mesma produziu. Por exemplo, analise o que mudou no comportamento e atitudes dos colaboradores. Também é importante perceber se houve melhoria do atendimento aos clientes. Além disso, é preciso estar atento aos indicadores de:

  • produtividade;
  • imagem da empresa;
  • eficiência, e
  • todos os outros, que tenham sido definidos na elaboração do plano de treinamento.

Ao qualificar sua equipe, você está investindo em qualidade no atendimento, eficiência de processos e na fidelização de clientes. Tudo isso resulta numa empresa mais organizada, mais competitiva e que gera rentabilidade. Sem falar que capacitação contínua também contribui, e muito, na retenção de talentos. Equipe preparada faz entrega superior para a empresa e para os clientes.

 

 

Baixe grátis

Manual - Gestão de Pessoas e Equipe