Aos 40 anos, com fôlego de criança

0
208

Trajetória do Sebrae, iniciada em 1972, é marcada por uma série de iniciativas de sucesso

Completar 40 anos é o marco da chamada meia-idade, segundo parâmetros humanos. E é comum ver gente chegando a essa faixa etária com uma boa coleção de realizações, pessoais e profissionais. No caso de uma instituição com a força e a importância do Sebrae, responsável, nas últimas quatro décadas, por estimular e dar suporte a milhares de micro e pequenas empresas e por qualificar o empreendedorismo no país, também é assim. A única diferença, talvez, resida no fato de que o Sebrae não completou tudo que as pessoas que o integram desejam que complete.

Nas próximas páginas, a Passo a Passo apresenta um resumo do que de mais relevante foi feito pela instituição, especialmente pelo Sebrae-MG, desde a sua criação, no longínquo 1972. O balanço inclui, entre outras coisas, relatos de ações decisivas, como a participação do Sebrae na aprovação, regulamentação e disseminação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas – que facilitou a vida de quem quer abrir e manter o próprio negócio e resultou em maior participação do segmento nas compras de produtos e serviços do setor público –, e na criação e fortalecimento da categoria do Empreendedor Individual (EI).

Da mesma forma, são destacados programas, muitos deles em parceria com outras organizações, que têm por objetivo elevar a competitividade e a produtividade de micro e pequenas empresas, seja por meio da formação e capacitação de empreendedores de todas as idades ou pelo investimento e apoio à adoção de novas tecnologias e de estratégias de sustentabilidade dos negócios.

Além de uma linha do tempo com os principais marcos da trajetória da instituição, o material especial de 40 anos conta, ainda, com depoimentos de gestores, colaboradores e clientes que foram fundamentais para o sucesso das quatro últimas décadas. E todos são unânimes: querem, no mínimo, mais 40 anos de trabalho, porque fôlego não vai faltar!

 

“O Sebrae-MG tem sido um importante agente de desenvolvimento, contribuindo para a construção de um Estado mais competitivo e mais sustentável. Evoluiu na formulação de indicadores de desempenho e de metas na construção de uma carteira de projetos estratégicos e no acompanhamento de resultados. Esse avanço garantiu ainda mais respeito, prestígio e credibilidades à instituição.
A gestão teve como objetivo transformar o Sebrae-MG em referência no país em soluções para a gestão das micro e pequenas empresas e no fomento ao empreendedorismo. O trabalho e o empenho de toda a equipe técnica foram decisivos para essa evolução.
É gratificante estar à frente de uma instituição que se dedica a tão nobre missão. Os 40 anos de história do Sebrae devem ser valorizados e comemorados. É uma trajetória de luta, dedicação, trabalho e resultados.”
Roberto Simões,
Presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE Nacional
“O desejo de demonstrar para a sociedade a importância das pequenas e médias empresas e o papel insubstituível por elas desempenhado na promoção do desenvolvimento, com maior justiça social, e tendo uma boa-nova para anunciar, representada pela criação do Cebrae e do Ceag, é que me levou a dedicar a maior parte dos meus esforços no Ceag à realização de uma verdadeira peregrinação por todo o Estado, fazendo palestras nos mais diferentes fóruns. Devo reconhecer que sempre foi o desejo de nossa equipe que toda a sociedade fosse contagiada para entender os negócios de menor porte como um de seus mais importantes patrimônios. Nesse processo, foi absolutamente fundamental o apoio recebido das entidades de classe, da indústria, do comércio e serviços, da agricultura, das categorias profissionais e das universidades.”
Valternômem Coelho dos Santos,
Primeiro Presidente do CEAG-MG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Trajetória 40 anos Sebrae-MG