• Central em Belo Horizonte atende empreendedor individual

    Por sebraemgcomvoce em 22 de julho de 2009 | Categoria: Sem categoria

    Em funcionamento desde 1º de julho, o espaço oferece informações para quem pretende aderir à nova figura jurídica
     
    O Sebrae em Minas e parceiros criaram, em Belo Horizonte, a Central de Atendimento ao Empreendedor Individual. Desde a entrada em vigor da nova figura jurídica, em 1º de julho, o espaço recebe uma média de 50 visitas por dia de pessoas que buscam informações sobre o assunto. Já os telefones da Central de Relacionamento Sebrae (0800 570 0800) atendem a cerca de 140 ligações diárias desde aquela data.

    A Instituição estima a existência de 1,2 milhão de empreendedores individuais no Estado e estabeleceu como meta formalizar 102 mil até o fim de 2010. Mara Veit, gerente de Atendimento Individual do Sebrae no Estado, informa que os visitantes buscam informações sobre os benefícios que terão direito, como assistência previdenciária e sobre a possibilidade de expandir seus negócios ao se formalizar. “Muitos querem vender para outras empresas, só que não fazem isso por não terem um CNPJ”, exemplifica Mara. “Vários empreendedores estão ansiosos para se formalizar””, revela a gerente.

    A Central funciona por meio de parceria do Sebrae-MG, INSS, Banco do Brasil, Prefeitura de Belo Horizonte, Junta Comercial e Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescon-MG). Nela existem cinco computadores à disposição para cadastramento dos empreendedores individuais. Quem quiser ir até o local para se formalizar contará com a assistência de cinco funcionários do Sebrae e de dez da Junta Comercial. Os empreendedores já sairão da Central com seu CNPJ.

    Nair Andrade, gerente de Políticas Públicas do Sebrae-MG, diz que a Central de Atendimento procura sensibilizar os empreendedores individuais sobre a importância da formalização. “Mostramos que se trata de uma questão de cidadania, que eles terão benefícios sociais como o direito à aposentadoria e ainda contarão com vantagens como acesso a crédito, tratamento fiscal diferenciado e a possibilidade de participar de compras públicas”, mostra Nair.

    De 9 a 10 de julho, em Belo Horizonte, o Sebrae e parceiros promoveram a programação ‘Meu Primeiro Negócio’, com palestras, clínicas tecnológicas, workshops, cursos e orientação empresarial. Com público de 10 mil pessoas, o evento focou na figura do Empreendedor Individual. Na ocasião, foram abordados temas como plano de negócio, planejamento financeiro e o papel de cada órgão envolvido com a formalização dos empreendedores individuais.

    De acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior, na sexta-feira (24), São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais devem começar a cadastrar os empreendedores individuais por meio do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br).

     Serviço:
    Central de Relacionamento do Sebrae – 0800 570 0800
    Agência Sebrae de Notícias – (61) 3348-7494 e 2107-9362

    Fonte: Agência Sebrae de Notícias –  Marcelo Araújo – Brasília

Dúvidas sobre o assunto do artigo?


Fale agora com nossos especialistas e esclareça suas dúvidas sobre temas de gestão empresarial.

Falar com especialista

39 Comentários

  1. Osamu Fujimori disse:

    Bom dia
    O manual de formalização pede para certificar junto a Prefeitura, determinada atividade é permitida no munícipio. No caso de Belo Horizonte, a onde devo ir para saber disso? Central de Belo Horizonte do Sebrae tem essa informação? No meu caso, quero cadastrar como digitador em Belo Horizonte. Grato.

  2. Osamu Fujimori disse:

    Bom dia! Estou tentando me cadastrar no site:

    http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/formalize-se

    Mas, o processo para quando escolho a ocupação principal. Não aparece CNAE, nem a descrição. Endereço comercial também, preencho CEP mas não aparece logradouro. Será que isso tem a ver com o fato de eu ser estrangeiro, portador de RNE com órgão emissor CGPI/DIREC/DPF? Melhor procurar diretamente a Sebrae MG?

    • sebraemgcomvoce disse:

      Prezado Osamu,
      o estrangeiro que tenha visto permanente no país, seja pelo casamento ou dupla nacionalidade, e queira formalizar como MEI, deve retirar seu CPF na Receita Federal.
      Caso não tenha visto permanente no país será necessário ter um Visto de Investidor, obtido junto ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no site http://www.mte.gov.br.
      O estrangeiro não tem título de eleitor, portanto, caso não tenha entregue uma DIRPF nos últimos dois anos, ele não conseguirá gerar o código de acesso. Nesse caso o empresário, mesmo não sendo obrigado, deverá declarar o IRPF e utilizar o código constante do recibo de entrega.

      Atenciosamente,
      Equipe de Atendimento Sebrae Minas
      wwww.sebraemg.com.br/atendimento

      • Osamu Fujimori disse:

        Obrigado pelo retorno. Porém, eu já tenho CPF e declarei IR nos últimos anos. O problema é que após digitar CPF e número de recibo da declaração aparece meus dados na tela. Mas, quando escolho a ocupação principal, daí o processo não vai para frente. Não aparece CNAE. O que fazer? Obrigado!

        • sebraemgcomvoce disse:

          Prezado Osamu,
          Pode ser problemas com o navegador. No caso do Portal do Empreendedor, os melhores navegadores são Mozilla Firefox e Google Chrome. O Internet Explore não é indicado para a formalização.

          Atenciosamente,
          Equipe de Atendimento Sebrae Minas
          wwww.sebraemg.com.br/atendimento

  3. MARCO ANTONIO FERREIRA ALVES disse:

    Por favor me envie endereço para consulta referente emprendimento individual.
    Atenciosamente
    Marco Antonio

Deixe o seu comentário!

Páginas - 1 2 3